3 respostas diretas de Sri Ramana Maharishi: sobre o mundo, sobre sábios invisíveis e sobre bons livros

Distrair-se do caminho é tão fácil em nosso mundo de milhões de distrações que às vezes é necessário um “tratamento de choque” para realmente conseguirmos nos ater ao fundamental. O psiquiatra suíço Carl G. Jung (1875-1961) falou uma vez que “quem olha pra fora, sonha, quem olha pra dentro acorda“, mas o venerado sábio indiano Sri Ramana Maharshi(1879-1950) traduz isso em respostas simples e práticas nos três trechos selecionados abaixo, de momentos e livros diferentes, onde ele redireciona uma série de perguntas aparentemente interessantes e inofensivas para seu mais poderoso destino: a auto-investigação. Ao profundo mergulho interior contra todas as ilusões. Se o mundo vai bem ou vai mal, se podemos ler algum livro valioso pro caminho, se podemos aprender com sábios invisíveis… nada disso tem importância enquanto um trabalho primordial tiver que ser feito.

Seguem abaixo os três trechos, com uma imagem que foi publicada na página do Dharmalog no Facebook em abril passado, com parte de um dos trechos.

1

Pergunta: Maharishi daria sua opinião sobre o mundo uma vez que estamos nesses tempos críticos?
Ramana: Porque você deveria se preocupar com o futuro? Você nem conhece apropriadamente o presente. Tome conta do presente e o futuro tomará conta de si mesmo. Como você é, também é o mundo. Sem entender a si mesmo, que utilidade há tentar entender o mundo? Primeiro, encontre a Verdade por trás de si mesmo,  então você estará numa posição melhor para entender a Verdade por trás do mundo que você faz parte.

[abaixo, a imagem como foi publicada no Facebook com parte do trecho acima]

48089_506269272753544_1683609281_n

2

Um teosofista pergunta se Sri Bhavagan aprova a busca por Mestres invisíveis e responde rapidamente:
“Se são invisíveis, como você pode vê-los?”
“No campo da consciência”, responde o Teosofista.
Bhagavan responde, “No campo da consciência não há outros.

3

Pergunta: Que livros eu deveria ler para meu estudo pessoal?
Ramana: Você mesmo é o livro real. Você pode lê-lo em qualquer lugar, ninguém pode tirá-lo de voc&e. Sempre que estiver livre, volte-se para Si mesmo. Depois disso você pode ler o que quiser.

///////////

Assuntos desse conteúdo
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog, terapeuta na Hridaya Terapia (São Paulo) e proprietário do Dharma Office.

11 Comentários

  • “Todo mundo, no mundo inteiro, foi indiano pelo menos em uma de suas vidas passadas.” Shantaram (Gregory David Roberts)

    Baseado no Post acima, seria uma grande vantagem, né não?
    Uma inteligência emocional ativa e um adiantado autoconhecimento. – Bom isso, Pisc*

    “Mas cada um cumpre o Destino
    Ela dormindo encantada,
    Ele buscando-a sem tino
    Pelo processo divino
    Que faz existir a estrada. ”
    F.Pessoa

    De volta à estrada! Em frente…
    Grata e boa sorte,
    Norma

  • Encontraremos todas as respostas que temos procurado sobre quem somos e sobre a vida, quando deixarmos de procurar, pois a procura em si mesma implica que nos falta algo e na verdade a nossa essência é perfeita, é plena, deixando de procurar aquilo que é revela-se na sua plenitude.

    • Excelente observação. Às vezes, muitas vezes, buscamos tanta coisa fora (respostas, motivação, inspiração, iluminação,..) e esquecemos mesmo que tudo está dentro, repousando. Quando olharmos para dentro calma e serenamente, sem nenhuma expectativa, encontraremos tudo.

  • Oi Paulo Renato e Lêner,

    (mais um trecho de “Eros e Psique”, do Fernando Pessoa – àquele da Ma. Betânia: “… o Nandinho,ah! Ele me traduz!…”,

    E, se bem que seja obscuro
    Tudo pela estrada fora,
    E falso, ele vem seguro,
    E vencendo estrada e muro,
    Chega onde em sono ela mora,

    E, inda tonto do que houvera,
    À cabeça, em maresia,
    Ergue a mão, e encontra hera,
    E vê que ele mesmo era
    A Princesa que dormia.

    Assim mesmo, fatiado, pois até o Sol filtrado pelas folhas, dá para se olhar de frente.
    Boa sorte, Norma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *