De tambores agressivos a sussurros suaves: os pensamentos e a meditação, pelo monge tailandês Tan Dtoon [VÍDEO]

Eu não sabia o quão agressivos eram meus pensamentos, eles eram tipo “bam! bam! bam!”… como tambores batendo, um depois do outro, e com transições – você pode ouvir som, visuais, trilha sonora, voz narrando, tudo! é como se fosse um pequeno filme atrás de outro“.
~ Tan Dtoon, em “Benefícios da Meditação” (DhammaTube)

Um dos principais benefícios proporcionados pela meditação, a gradual suavização e controle dos pensamentos, é o tema desse relato curto (1min30) e espirituoso do jovem monge tailandês Tan Dtoon, o simples e carismático entrevistado do projeto DhammaTube que esteve aqui em outro vídeo traduzido no blog semana passada – “Como vai você?” Jovem monge tailandês Tan Dtoon fala sobre relacionamentos superficiais”, curtido por mais de 200 pessoas. Neste novo relato de 1min31seg traduzido e legendado em português abaixo, ele fala com simplicidade sobre sua própria experiência de meditação e de observação dos pensamentos, um relato rico de uma pessoa dedicada ao auto-conhecimento nos trazendo detalhes raros e pessoais, que não temos acesso frequente (embora muito se fale sobre benefícios da meditação em matérias de revistas e tv).

As entrevistas do monge Tan Dtoon e de outros meditantes são parte do belo projeto Dhammatube, um canal montado no YouTube dedicado a conversas e entrevistas sobre o Dharma e a prática da meditação em monastérios tailandeses (como o deste vídeo, Wat Pah Sunan, de Ajahn Gavesako), já com mais de 2 milhões de visitas registradas.

Para ativar as legendas em português, clique em “Select Language” no box embaixo do ví­deo (caso o ví­deo não apareça, recarregue esta página ou use este link alternativo).

//////////

Assuntos desse conteúdo
, ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

3 Comentários

  • É lindo ver esse jovem monge, despido de procedimentos convencionais, exercendo em total plenitude, o seu Estado Búdico.
    O seu bem-estar e a sua satisfação com as “descobertas” contagiam. Ambos – ele e eu ficamos felizes!
    Grata. Boa Sorte!

  • É isso mesmo. Nossa mente não cessa de pensar. Mas, quando fazemos meditação, podemos escolher nossos pensamentos. Podemos controlar e observar e observar e acalmar. Meditar é isso.Uma paz incomensurável advém deste ato de simplesmente ser. Deixar que as ondas mentais fluam sem brigar com elas e tampouco sem julgá-las.

    gassho

    Kakuzen

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *