“O significado da vida é somente estar vivo, é tão óbvio e tão simples”: Alan Watts

“O significado da vida é somente estar vivo. É tão direto e tão óbvio e tão simples. E ainda assim, todo mundo sai correndo por aí com um pânico enorme como se fosse necessário conquistar alguma coisa além delas mesmas”.
ALAN WATTS (1915-1973)
Quando eu era mais novo, eu ficava bem irritado com esse tipo de afirmação. Acho que quando eu lia isso eu pensava “mas é só isso então?”. Eu buscava um ponto além daqui, uma saída, algo assim. Então a gente nasce, a gente vive um certo tempo e então morre. Não precisamos de nenhuma filosofia nem espiritualidade pra isso. Um tipo de inferência que se pode fazer a partir da frase de Watts é: “bom, se o significado da vida é estar vivo, quando morremos todo o significado se esvai”. Não fazia sentido pra mim.
Pra completar, qualquer um de nós pode ter a impressão que já estamos vivos. Como poderíamos não estar?
Por outro lado, mesmo que intuitivamente, sabemos que a segunda parte da frase é verdade. Correr por aí pra que? O que exatamente vamos conseguir? Alguém já conseguiu isso que estamos correndo atrás? E resolveu? O que é? Dinheiro, fama, sucesso, bens materiais, relacionamentos bem-sucedidos, admiração, ou o que? Já não vimos quantos ricos, famosos e bem-sucedidos miseráveis existem por aí? O que garante que nossa conquista será plena e infalível?
Isso que buscamos é estar vivo. Bem vivo. Bem aqui. Profundamente presentes. Relaxados, felizes, em paz com tudo, satisfeitos com o que há. É isso que pensamos que vamos atingir com alguma dessas conquistas que corremos atrás sem ar o tempo todo. Sabemos bem disso, mas o transe nos consome com algum tipo de medo e esperança.
No fim, Watts afirma que não precisamos conquistar nada além de nós mesmos. Talvez esteja meio escondido no final da frase, mas está lá. Conquistar nós mesmos é acordar para a distância e os enganos que temos sobre nós mesmos. É isso que nos impede de estarmos vivos. Se realmente estivermos vivos, sem correr com pânico atrás de conquistas, tudo poderá começar a fazer sentido.
PS: Uma frase bonita e que aborda essa mesma questão de maneira ainda mais simples e direto e óbvia é a frase de Chögyam Trunga publicada essa semana. Repito aqui: “Consciência é muito importante. Estamos aqui, em nenhum outro lugar. Já que estamos aqui, porque não estar aqui?”
//////////
Foto: uma praia na Islândia, @karl_shakur

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *