Anil Seth: como a “consciência da realidade” é uma alucinação do cérebro [VÍDEO]

“Para o ser humano médio, sua mente se tornou sua realidade”.
Adyashanti

Essa palestra de Anil Seth, professor de Neurociência Cognitiva e Computacional na Universidade de Sussex, no Reino Unido, no TED Talk 2017 (vídeo mais abaixo), é uma das mais provocativas e didáticas (e curtas) introduções ao fascinante — e alucinado — mundo da mente. Que “é” o nosso mundo. Na tentativa de explicar a consciência humana, e de anunciar que a ciência estaria próxima de defini-la e desvendá-la, Anil Seth foge um pouco (ou bastante) do assunto ao focar a consciência na parte que caberia ao cérebro, mas mesmo assim a palestra é importante e interessante, pois explica em termos compreensíveis como a realidade que pensamos ser a realidade objetiva e sólida e fixa é, na verdade, uma grande alucinação cerebral controlada.

“Se a alucinação é uma espécie de percepção não controlada, então a percepção, aqui e agora, também é uma espécie de alucinação, mas uma alucinação controlada em que os palpites do cérebro estão sendo governados por informações sensoriais vindas do mundo exterior. Na verdade, todos temos alucinações o tempo todo, inclusive agora. Só que, quando essas alucinações são coletivas, chamamos isso de realidade.”
Anil Seth,  em trecho do TED Talk 2017

Sim, o cérebro “erra”, e muito. E a “realidade” está se equilibrando sobre ovos a esse respeito. Na palestra Anil traz alguns exemplos básicos e convincentes, e nem precisa citar as limitações dos nossos órgãos dos sentidos para ser conclusivo. E também não faz distinção a respeito dos erros da mente, que tenta definir, conceituar, julgar e “fixar” tudo na realidade, cometendo ainda mais erros.

O debate que envolve mente, cérebro e consciência é complicadíssimo até mesmo de explicar o que é, pois começa na própria definição desses três termos. Aparentemente é fácil concordar sobre o que é o cérebro, mas mente e consciência ainda estão totalmente em aberto, principalmente se convidarmos para a discussão as ciências orientais como Ioga e Budismo, que são muito avançadas nessa área. Um dos questionamentos mais interessantes e iniciais pode ser simplesmente a pergunta se a mente é o cérebro. E se a consciência é a mente e/ou o cérebro. O Dalai Lama, por exemplo, afirma categoricamente que a mente é não-material, e, portanto, bem diferente do cérebro. O popular autor Eckhart Tolle, que tem um entendimento ímpar sobre o universo da mente e dos pensamentos, afirma que “você não é a sua mente“. O autor e ex-monge Zen Adyashanti, que pronunciou a frase que abre este post, provoca nossas investigações a deixar claro que nosso entendimento e experiência do mundo é limitado pela mente. E por aí podemos explorar infinitamente. Mas vamos parar por agora e ficar com a palestra de Anil Seth.

O vídeo segue abaixo (17min), com legendas em português:

Sugestão de leitura: What Is the Mind? (O Que é a Mente?), artigo em inglês escrito pelo Dalai Lama.

//////////

 

Assuntos desse conteúdo
, , , ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *