12 livros de auto-conhecimento que podem mudar uma vida (e já mudaram várias)

No final do ano passado, o Dharmalog fez uma pequena pesquisa, usando apenas o Facebook, com a seguinte pergunta: Que livro de auto-conhecimento mudou sua vida? Foram mais de 300 respostas em uma semana e os resultados sintetizados estão abaixo — embora o melhor seja visitar o post e ler cada sugestão, pois neste caso não é a quantidade que importa, e sim a qualidade, cada resposta dada. Lembrando que os livros não são exatamente sugestões de leitura (embora sejam ótimas para isso) e sim títulos que as pessoas leram e que disseram ter mudado suas vidas.

O campeão de citações foi “O Poder do Agora” (32), de Eckhart Tolle, que também teve “Um novo mundo: O despertar de uma nova consciencia” (9) bastante citado (terceiro no ranking). Os dois livros juntos venderam mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo, e foram traduzidos para 48 línguas.

O segundo colocado foi “Autobiografia De Um Iogue“, de Paramahansa Yogananda, com 11 citações. “Onde Existe Luz“, também de Yogananda, recebeu uma citação.

O quarto colocado foi “Sidarta“, de Herman Hesse, com 7 citações. Em seguida, “A Arte da Felicidade“, do XIV Dalai Lama.

Os outros colocados estão bastante distribuídos, mas há citações de alguns autores mais evidentes, como Osho (“Antes Que Você Morra”, “O Livro do Ego”, “Vida, Amor e Riso”, “Eu Sou a Porta”, “Aprendendo a Silenciar a Mente”, “A Semente de Mostarda”, “Harmonia Oculta”), Neale Donaldh Walsch (“Conversando Com Deus”), Deepak Chopra (“Saúde Perfeita”, “Buda”,”Como Conhecer Deus” e “Os Sete Princípios da Realização Pessoal”), Pema Chödron (“Quando Tudo Se Desfaz”, “Os Lugares Que Nos Assustam” e “Comece Onde Você Está”), Jiddu Krishnamurti (“Reflexões Sobre a Vida”, “Comentários sobre o Viver”, “A Eliminação do Tempo Psicológico”, “Viagem Por Um Mar Desconhecido” e “Liberte-se do Passado”), Alan Kardec (“O Livro dos Espíritos” e “O Evangelho Segundo o Espiritismo”). Além desses autores, alguns livros também apareceram com frequência, como o “Tao Te King” (Lao Tse), o “Bhagavad Gita” e “Um Curso em Milagres“.

Alguns autores brasileiros também apareceram, como o Professor Hermógenes (“Mergulho na Paz”, “Yoga Para Nervosos”), Sri Prem Baba (“Amar e Ser Livre”), Divaldo Franco (“O Homem Integral”, “Vencendo a Depressão”), Lama Padma Samten (“Meditando a Vida”), Lama Michel (“Coragem para Seguir em Frente”), Bel Cesar (“O Livro das Emoções”), Augusto Cury (“O Futuro da Humanidade”, “Nunca Desista dos Seus Sonhos”), entre outros.

Para sintetizarmos em 12 principais títulos, de acordo com os resultados (algumas adaptações, e a inclusão de pelo menos um autor brasileiro), são elas:

1 – O Poder do Agora (Eckhart Tolle)
2 – Autobiografia de Um Iogue (Paramahansa Yogananda)
3 – Um Novo Mundo – O Despertar de Uma Nova Consciência (Eckhart Tolle)
4 – Sidarta (Herman Hesse)
5 – A Arte da Felicidade (Dalai Lama)
6 – Antes Que Você Morra (Osho)
7 – Conversando Com Deus (Neale Donald Walsch)
8 – Buda (Deepak Chopra)
9 – Tao Te King (Lao Tse)
10 – Reflexões Sobre a Vida (Jiddu Krishnamurti)
11 – Quando Tudo Se Desfaz (Pema Chödron)
12 – Meditando a Vida (Lama Padma Samten)

Para ver o post com as respostas na íntegra, clique aqui.

Muito obrigado a todos que participaram! Muitas pessoas já demonstraram gratidão pelos títulos que descobriram e começaram a ler por causa desta lista.
Os que não participaram e quiserem responder à pesquisa, por favor usem o espaço de comentários neste post. Tenho certeza que servirá a muitas pessoas!
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog, terapeuta na Hridaya Terapia (São Paulo) e proprietário do Dharma Office.

10 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *