Joel Goldsmith e a difícil arte de descrever o espírito em nós, que nos amplia para a realidade do Infinito Invisível

O texto abaixo vai certamente parecer religioso demais para os que buscam auto-conhecimento de maneira estritamente científica e/ou filosófica. Mas o místico americano Joel Solomon Goldsmith (1892-1964), criador do movimento O Caminho Infinito (The Infinite Way), fala da mesma Verdade que falam os não-dualistas e do mesmo Infinito Invisível que falam os yogues – e possivelmente a mesma em que também se debruçam filósofos e cientistas. No trecho abaixo, Joel Goldsmith se arrisca a descrever o que está em nós que é maior do que nós, mas que não vemos por “limitações dos sentidos“. Mesmo com um legado espiritual aberto e plural, Joel Goldsmith é um renovador da mensagem cristã que se perdeu no meio de dogmas e rituais estéreis pelos séculos passados, intercambiando termos como “espírito em nós”, “chispa divina” e “Cristo”, e ao mesmo tempo misturando com expressões raras nesse ambiente, como “um estado de Consciência em que não mais vivemos pelos esforços pessoais“, ou então, ao se referir à prática, dizer que “embora este Infinito Invisível esteja conosco agora, só chegará a ser marcantemente real e poderoso em nossa experiência (…) através do desenvolvimento da Verdade em nossa Consciência, através da atividade da Verdade em nossa Consciência“. Trevho que lembra os tratados que buscam a prática da meditação e de discernir a ilusão, da sabedoria contra a ignorância.

“Conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará”.
~ Evangelho Segundo São João 8:32

Segue abaixo o trecho de Joel Goldsmith, em português, de “A Quarta Dimensão”.

//////////

A Quarta Dimensão” (TRECHO)
Por Joel Goldsmith

”Isto tudo é muito claro: existe um Espírito em nós, uma Chispa divina que denominamos o Cristo, que nos eleva à Quarta Dimensão da vida – a um estado de Consciência em que não mais vivemos pelos esforços pessoais, pela sabedoria, pelo poder ou pela saúde pessoais – no qual somos investidos de um Poder que nos vem de dentro do Reino de nosso próprio ser.

Novamente repito: há um nível que atingimos neste mundo, em que já não vivemos a própria vida, senão que o Infinito Invisível a vive por nós, precedendo-nos no Caminho e solucionando tudo. Ele nos acompanha como a Fonte e a atividade de nossa vida diária, revelando-Se como água, maná, alimento, proteção, segurança e saúde. E ainda que o templo de nosso corpo ou o nosso lar fossem destruídos e nossos negócios desfeitos, esse Infinito Invisível os reconstruiria rapidamente, “restituindo os anos que foram consumidos pelo gafanhoto”.

Mesmo que defrontemos dificuldades, temores e discórdias – servirão para mostrar ao mundo que dentro de nós há um poder que supera as vicissitudes e tentações: “Maior é Aquele que está em mim, do que o que está no mundo”.

Pois bem, neste exaltado estado de Consciência Crística, avançamos sem barreira material, sem impedimentos físicos, emocionais, mentais ou financeiros. Em tal estado de Consciência divina, que é o Céu, as realidades do mundo de Deus se nos tornam tão reais quanto o plano sensorial, porque as limitações dos sentidos se desvaneceram.

Aos poucos, vamos entendendo que esta Presença e Poder são atemporais, pois, independentemente de quando se revelem à nossa Consciência, em verdade sempre existiram dentro de nós, sem que o soubéssemos. Em outras palavras, embora este Infinito Invisível esteja conosco agora, só chegará a ser marcantemente real e poderoso em nossa experiência – como o foi para os profetas hebreus e aos cristãos iluminados de outras épocas – através do desenvolvimento da Verdade em nossa Consciência; através da conscientização da Verdade em nossa Consciência; através da atividade da Verdade em nossa Consciência.

Agora dediquemos um momento à natureza ou função deste Poder que chamamos o Cristo. O Cristo é a atividade, a substância e a lei invisível de tudo quanto aparece como efeito. É por isso que não devemos deixar-nos hipnotizar pelas aparências. Com isso quero dizer que, se humanamente temos saúde ou riqueza, isso não significa havermos alcançado a imortalidade, a segurança. Mesmo que tenhamos um refúgio antiatômico na montanha, não pensemos haver encontrado segurança. Não ponhamos nossa fé ou dependência em nada, em nenhum efeito, em nenhuma pessoa. Doutra parte, não tenhamos temor ao pecado, à enfermidade ou à carência. Eles não têm poder nenhum. “Ainda que eu tenha de atravessar o vale das sombras da morte, não receio mal algum, porque Tu estás comigo”.

Ao encarar as condições humanas do bem e do mal aparentes, lembremo-nos sempre de tomar consciência de que todo efeito espiritual, harmonioso, é produzido pela atividade do Cristo. A atividade do Cristo manterá e sustentará todos os acontecimentos e experiências felizes e harmoniosas. Ainda que estes sejam momentaneamente perturbados ou destruídos, não nos deixemos alarmar. Não nos preocupemos com os órgãos ou funções de nosso corpo, nem pela situação econômica ou política, posto que a atividade do Cristo é a lei de Ressurreição de tudo isso.

O propósito de nosso Ministério Espiritual é o de nos elevar à Quarta Dimensão, onde não mais vivemos de efeitos, nem só de pão, ou vitaminas ou sais minerais; onde vivemos mercê da atividade do Cristo, do Infinito Invisível. Nesta Quarta Dimensão da vida, que é Consciência Espiritual, todo efeito que surgir em nossa experiência, será na medida de nossa necessidade, para suprir-nos abundantemente.

Recordemos, sem lugar a dúvidas, que o Cristo é o fundamento, a lei ou o desabrochar de nossa experiência.

A Quarta Dimensão é esse estado de consciência em que toda a nossa confiança, fé, dependência e compreensão estão firmadas no Infinito Invisível, no Qual aprendemos a usufruir as conquistas do Espírito e as harmonias de viver diariamente na Graça.

Ainda que não O contemplemos com nossos olhos, sem dúvida alguma, na câmara secreta, interna, de nosso ser, descobriremos espiritualmente, em nossa meditação, a atividade do Cristo em nossa vida!”
~ Joel Goldsmith

//////////

Compartilhado por Celio Nunes Leite.

Assuntos desse conteúdo
,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog, terapeuta na Hridaya Terapia (São Paulo) e proprietário do Dharma Office.

22 Comentários

  • Ótimo! Só parece com religião no sentido de ligação com a Fonte, com a Verdade. Não é essa a mensagem do “Curso em Milagres”? E não é a paz do Samadhi ou Jhana (do Budismo)?

    Só com o entendimeto e esforço correto na meditação…”descobriremos a atividade do Cristo em (nós)nossa vida”.

  • No meu entender, Goldsmith propõe a meditação como meio de “contemplarmos e descobrirmos espiritualmente,a atividade do Cristo em nossa vida”. Não me parece algo piegas e sim uma forma de colocar o misticismo oriental, em conformidade com o cristianismo proposto por Anna Kingsford, no século XIX.
    Concordo com Mario Roberto, quando coloca que só pelo entendimento e esforço correto na meditação descobriremos o Cristo em nós.

  • Meditação
    (J.Goldsmith)

    Deus é o poder dentro de mim!.
    Não vem de mim.
    Ele AGE através de mim.

    O Reino de Deus está dentro.
    Já está mais perto do que minha respiração.

    O lugar onde estou é solo sagrado porque “eu e o Pai somos Um, portanto pisamos no mesmo lugar.

    Deus e eu não somos separados um do outro.

    Não existe Deus agindo sobre mim.

    O poder de Deus age DENTRO e de dentro de mim para fora.

    Quando eu começar a reconhecer o Reino de Deus interior, que o lugar onde estou é sagrado, que está mais perto do que minha respiração, e tudo o que o Pai tem é meu, aí então, estarei começando uma transformação da minha consciência, onde a Graça de Deus poderá funcionar.

    =x=x=x=x=x

    Não é linda essa Meditação?
    *Plena Consciência de Quem Somos – acima de todos os Sistemas de Crença. É FÉ*

    Grata pelo Post.
    Boa Sorte!

  • Maravilhosas palavras do Instrutor Joel e das pessoas aqui.

    Sempre admirei, procuro aprender e por em prática, o que os Grandes Instrutores nos passam ‘desde sempre’.
    E o Joel é um destes que sabia (e se sabe), instrumento do Pai.
    Um ser que como poucos, havia ultrapassado os limites da razão e da intelectualidade, como Jesus, O Cristo, Ramana, Yogananda, Buda, Osho, São João da Cruz, Paul Brunton, Trigueirinho, Aurobindo, A Mãe, Alice Bailey, Angêla Maria La Sala Batá, Huberto Rohden, Echkart Tolle, Krisnamurti, Emerson, etc. Estes e alguns outros raros instrutores (as), “desocuparam o recipiente”, “desalojaram teus egos” e ofertaram-se por interior ao Poder Único.

    Ele, o Joel, como todos os Grandes Instrutores, foi exemplo de vida do “não sou eu mais quem vive, age e vivencia as coisas, mas o Pai que vive em mim”!

    Coisa linda!

  • Opppss…….por favor, onde se lê: “Estes e alguns outros raros instrutores (as), “desocuparam o recipiente”, “desalojaram teus egos” e ofertaram-se por interior ao Poder Único.”, leia-se: Estes e alguns outros raros instrutores (as), “desocuparam o recipiente”, “desalojaram teus egos” e ofertaram-se por inteiro ao Poder Único.

    Valeu!!!

  • Como assíduo leitor de Joel Goldsmith, gostaria de ver publicadas em português, todas as suas obras,tenho absoluta certeza de que milhões de pessoas seriam beneficiadas com isso.Que tal sabermos que o verdadeiro universo, não é esse que vemos com os cinco sentidos, o verdadeiro universo, é o ESPIRITUAL.Recomendo a todos que leiam o livro “O Trovejar do Silêncio”, editora Martin Claret. Depois de ler este livro de Joel Goldsmith, sua vida nunca mais será a mesma.

  • Verdadeiramente, todos vocês, que deixaram seus comentários pertinentes, são os ‘poucos’ escolhidos do Cristo, pois ‘muitos’ são os chamados, mas poucos os que se escolhem. Sim, amigos eternos! Só há uma Verdade que foi, é e continuará a ser ensinada por todas as Escrituras e pelos verdadeiros Mestres do passado, do presente e do futuro, do Oriente ou Ocidente, ou seja de todas as Eras, de todas as Civilizações. Para nosso regozijo, não nos cansamos de ler, admirar e partilhar tais Verdades. Joel Goldsmith, um dos raros iluminados do século XX, após meditar durante 13 longos anos, dia e noite, pedindo ao Pai que Se lhe revelasse, conseguiu, finalmente, seu Objetivo, a Iluminação, nossa herança comum, pois somos todos Deus. Paz a todos!!!

  • É tudo tão maravilhoso e acredito que verdadeiro, mas…como trazer isso tudo para a nossa realidade? Parece tão distante da nossas possibilidades viver assim!

  • Já li varias vezes o trovejar do silencio,e cada vez que leio aprendo e sinto coisas novas e diferentes,esse livro me ajudou muito consigo entender tudo o que ele diz encontrei a verdadeira Paz e amor por todas as pessoas e a cura para tudo é como magica que tudo da vida se resolve .

  • Olá Amigos!
    Conheci Joel Goldsmith em 1987 quando passava por um grande problema de minha vida profissional. Quem me apresentou a ele foi um amigo muito espiritualizado. Ele me deu o livro “Caminho Infinito” para que eu olesse e praticasse. Minha vida mudou da água pro vinho e todos os meus problemas profissionais e materiais foram resolvidos. Após isso, adquiri todos os livros do Mestre JG editados no Brasil (total de 8); os li avidamente e pratico a meditação ininterruptamente. Gostaria que alguem publicasse, no Brasil, os outros livros do Mestre JG.
    Grato. Med. Vet./Prof. Carlos Pereira:. Esp/MSc.

    • Oi Carlos!

      Você recomendaria algum trecho em especial dos trabalhos dele que você leu? Com o conhecimento e a experiência que você teve com o JG, seria muito bom ter uma recomendação sua.

      Obrigado!
      Nando

  • Boa noite Amigos!
    Há no Brasil estudantes do movimento “O Caminho Infinito”, de Joel S. Goldsmith? Também gostaria de saber se leitores e de JSG que transcrevem para o português as mensagens dele em áudio? Se houver, deixo o meu WhatsApp para contato: 21-98075-4982 Marcos, email: marcos9007@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *