“Não reclame, nem se faça de vítima. Antes de tudo, analisa e observa”: a realidade que você vive, por Chico Xavier

‎”Você nasceu no lar que precisava nascer, vestiu o corpo físico que merecia, mora onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com o teu adiantamento.
Você possui os recursos financeiros coerentes com tuas necessidades… nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.
Seu ambiente de trabalho é o que você elegeu espontaneamente para a sua realização.
Teus parentes e amigos são as almas que você mesmo atraiu, com tua própria afinidade.
Portanto, teu destino está constantemente sob teu controle.
Você escolhe, recolhe, elege, atrai, busca, expulsa, modifica tudo aquilo que te rodeia a existência.
Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes. São as fontes de atração e repulsão na jornada da tua vivência.
Não reclame, nem se faça de vítima. Antes de tudo, analisa e observa.
A mudança está em tuas mãos.
Reprograma tua meta, busca o bem e você viverá melhor.
Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.”

~ Chico Xavier (1910-2002)

//////////

Compartilhado por Marcos AD Pereira (/via Ana Lívia Santana)

Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

8 Comentários

  • Consta a mensagem acima como se fosse de Chico Xavier. Ocorre que esta mensagem, exceção feita a última frase “embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo qualquer um pode começar agora a fazer um novo fim” está no Livro “Um modo de entender, uma nova forma de viver” (Francisco do Espírito Santo Neto, Espírito Hammed). Verifiquem. Se entenderem, efetuem a correção. E, se conseguirem a fonte da frase última (onde está publicada) gostaria muito de saber. Obrigada.

  • Gostaria de saber onde foi publicado a mensagem. Acho muito estranho algumas partes dela: “Você possui os recursos financeiros coerentes com tuas necessidades… nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.
    Seu ambiente de trabalho é o que você elegeu espontaneamente para a sua realização.”
    Quantas crianças estão na rua a morrer de fome, de frio. Quantos pais de família estão a procura de um trabalho que lhes de dignidade? Quantos se submetem a um trabalho vil, apenas para sobreviverem? Sei que Chico, se realmente o texto for dele, pois em nenhum lugar diz onde o texto foi publicado. Deve está se referindo a lei de Ação e Reação, mas ao ler tal afirmação assim solta, parece que o individuo, e só ele é o unico responsável pelo que lhe ocorre. O Estado, Nós, a Sociedade não tem responsabilidade alguma. Enfim não gosto deste texto, não vejo coerencia com os ensinamentos espiritas, principalmente no que diz respeito ao não julgar.

  • Prezado,
    Muito obrigada pelo esclarecimento. Realmente ao olhar a minha vida a mensagem faz todo sentido. Agora ao olhar a vida do outro, daquele que se encontra debaixo da marquise, da criança que vive no viaduto. Não consigo concordar com a mensagem. Acho que nas mãos daqueles que nenhum conhecimento tem sobre o assunto, os desconhece os principios do espiritismo. Se serve de tal dizeres para responsabilizar o outro, e somente a ela das mazelas em que vive. Ma fico clara pelo esclarecimento. E peço que Deus continue a iluminar nossos caminhos.

    • Não sabemos o que fizemos na vida passada, segundo o espiritismo passamos por expiações, pagamos por falhas e usufruímos por merecimento nas próximas vidas, aos olhos do homem é cruel ver o sofrimento alheio, porém aos olhos da justiça divina e conhecimento das vidas passadas, podemos entender a razão da lástima que eles se encontram.

  • -Planejar a infelicidade dos outros é cavar com as próprias mãos um abismo para si mesmo.

    -Diversas consciências (“Deus”) agindo com atitudes de guia amaurótico (guia cego) podem descartar muito facilmente a hipótese de ocorrência de práticas de violência e estupros culturais relacionados à sequestro e tráfico de outras consciencias extrafísicas até com uso abusivo de paratecnologias e outros poderes conscienciais tentando ocultar posteriormente com uso de falaciosos discursos de interassistencia e fé. Na tentativa de colonizar ou possuir a vida de outras consciencias impondo os próprios interesses e ideais de felicidade, perfeição e amor de forma egocentrica acabam planejando a infelicidade e desgraças para outras em atos de arrogância e egocentrismo, as vezes até propositalmente. Correm também o risco de sofrer retaliações multidimensionais posteriores por parte de outras consciências intrafísicas e/ou extrafísicas.

    ?”Você nasceu no lar que precisava nascer, vestiu o corpo físico que merecia, mora onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com o teu adiantamento. Você possui os recursos financeiros coerentes com tuas necessidades… nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas. Seu ambiente de trabalho é o que você elegeu espontaneamente para a sua realização. Teus parentes e amigos são as almas que você mesmo atraiu, com tua própria afinidade. Portanto, teu destino está constantemente sob teu controle. Você escolhe, recolhe, elege, atrai, busca, expulsa, modifica tudo aquilo que te rodeia a existência. Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes. São as fontes de atração e repulsão na jornada da tua vivência. Não reclame, nem se faça de vítima. Antes de tudo, analisa e observa. A mudança está em tuas mãos. Reprograma tua meta, busca o bem e você viverá melhor.Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.”

    -Talvez Chico Xavier tenha participado também de certas políticas antiuniversalistas em dimensões extrafísicas carregadas de discurso autoritário e recheados de sofismas sofrendo algumas repercussões dessas posturas em sua vida intrafísica se concordou com práticas de imposição de renascimento de outros grupos. A frase abaixo pode indicar postura passiva-agressiva e que dependendo do contexto ao se interpretar dar o direito do outro ser quem ele é havendo atropelo da vontade, organização e planejamento sadio de outras consciencias.

    “Aos outros eu dou o direito de ser como são, a mim, dou o dever de ser cada dia melhor.” (Chico Xavier).

  • Esta citação de Chico Xavier é mais uma daquelas concepções espiritualistas fatalistas que desconsideram completamente fatores políticos, sociais e culturais de massa que colaboram ou condicionam para a miséria da condição humana. Estou certo que a verdadeira espiritualidade não desconsidera tais fatores, pois em si há uma verdadeira inclusividade. Uma afirmação dessa é uma degradação da espiritualidade que é sábia, congruente e engajada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *