“30 Lições Para Viver”: livro do médico reúne conselhos de vida dos mais velhos [VÍDEO]

Cerca 1.500 pessoas de 70 a 100 anos foram entrevistadas pelo gerontologista Karl Pillemer, professor de desenvolvimento humano na Cornell University (EUA), para a criação do livro “30 Lessons for Living – Tried And True Advice From The Wisest Americans” (30 Lições para Viver – Conselhos Verdadeiros e Testados dos Americanos Mais Sábios), lançado em novembro passado nos Estados Unidos e com uma coletânea de sabedorias dos “americanos mais sábios”, aqueles com mais idade, mais experiências de vida e com boas visões sobre seus próprios caminhos. “Todas essas experiências lhes tornaram especialistas incríveis em como renegociar os problemas da vida”, diz Karl, que sintetizou as lições em grandes temas como família, trabalho, casamento, envelhecimento, arrependimentos, entre outros. Um vídeo (3min43seg) com alguns trechos e palavras do autor segue abaixo, legendado em português.

O jornal The New York Times publicou uma matéria sobre o lançamento do livro semana passada (“Advice From Life’s Graying Edge on Finishing With No Regrets“) e resumiu em poucos parágrafos algumas da lições, três deles traduzidos abaixo:

SOBRE O CASAMENTO Um casamento satisfatório que dure a vida inteira é mais provável de acontecer quando parceiros são fundamentalmente parecidos e compartilham os mesmos valores e objetivos básicos. Apesar do amor romântico inicialmente reunir a maioria dos casais, o que os mantém juntos é uma amizade crescente, a habilidade de se comunicar, a vontade de dar e receber, e o compromisso com a instituição do casamento assim como um ao outro. Uma mulher de 89 anos que se mostrou feliz de ter mantido seu casamento mesmo quando o comportamento do seu marido era prejudicado por seu serviço militar disse: “Cada vez mais jovens hoje estão desistindo cedo demais, rápido demais”.

SOBRE CARREIRA Nenhuma pessoa em mais de mil disse que a felicidade veio de trabalhar tão duro quanto você pode pra fazer dinheiro para comprar o que você quisesse. Ao invés disso, a versão quase universal foi resumida por um ex-atleta de 83 anos que trabalhou décadas como um recrutador e técnico de esportes: “A coisa mais importante é estar envolvido com uma profissão que você ame absolutamente, uma que você queira ir pro trabalho todo dia.” Apesar de poder levar um tempo pra você chegar a esse trabalho ideal, você não deveria desistir de procurar pelo que lhe faz feilz. Enquanto isso, se você está preso a um trabalho ruim, tente fazer o máximo para mudar e evoluir. E tenha em mente que uma promoção pode ser honrosa e lucrativa mas não vale a pena se te leva pra longe do que você mais gosta.

SOBRE OS PAIS As exigências da vida moderna geralmente tem um efeito negativo na vida familiar, especialmente quando os objetivos econômicos limitam o tempo que os pais passam com os filhos. O mais importante, dizem os mais velhos, é passar mais tempo com seus filhos, mesmo que você deva se sacrificar para isso. Esteja com eles nas atividades deles, e faça as coisas que lhes interessam. Tempo gasto juntos permite aos pais detectar problemas e ensinar valores importantes”. (…)

Segue o vídeo, com legendas em português. Para ativar as legendas, clique em “Select Language” abaixo do vídeo (caso o vídeo não apareça, recarregue esta página ou use este link alternativo).

Assuntos desse conteúdo
, ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *