Buscar ou não buscar, segundo Jeff Foster: escapando do presente para a “plenitude” impossível do futuro (VÍDEO)

O que há de errado em buscar felicidade? Buscar amor? Buscar “o caminho”? O autor Jeff Foster (Life Without A Centre) tem uma resposta para isso, que embora seja muito clara, não é fácil de ser realizada e vivida: “nosso ato de buscar é uma tentativa de escapar ao momento presente, imaginando que podemos encontrar algo que nos complete lá fora, no futuro”. Nesse vídeo de 10min, intitulado “Vícios, Relacionamentos, Não-Dualismo e a Busca da Plenitude” (Addictions, Relationships, Nonduality, & Seeking Completeness), Jeff explica e re-explica isso, de diferentes pontos de vista, tentando demonstrar que movimento é esse de buscar e em qual ilusão nos baseamos para achar que vamos encontrar algo ao buscar.

E como podemos perder coisas preciosas no caminho, como a honestidade. “Se estou procurando plenitude em você, não vou conseguir ser honesto com você, porque tenho algo a perder se for honesto”, argumenta Jeff.

PS: essa questão de buscar versus viver o que é é realmente paradoxal e penso que necessita nossa investigação de muito perto, apesar de serem muito claras. O principal problema é que, ao contrário do que parece, estar-se completo no momento presente exige muito de quem já se encheu de mente, de conceitos, de “saber”, de memória e de atitudes “certas”. Exige um abandono de tudo isso e um viver do zero novamente. Tem um ditado que diz que “ninguém chega porque está procurando, mas só aqueles que estão procurando chegam”. Este é o paradoxo, pois se estamos buscando algo lá fora ou no futuro, é porque há algo de errado aqui e agora. Mas se não compreendemos ou realizados isso de fato, temos que “buscar” isso.

É um movimento que o poeta sufi Rumi (1207-1273) descreve assim:

“Tenho vivido no auge da insanidade, querendo saber as razões, batendo em uma porta.
Ela abre.
Eu estava batendo do lado de dentro!”
~ Rumi

O vídeo é em inglês e possui legendas em espanhol, que muitos conseguem entender pela semelhança com o português e que, por isso, não traduzi.

Assuntos desse conteúdo
, ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

1 Comentário

  • Parabéns ! Belo site, excelente layout, excelente conteúdo e com vídeos de Jeff Foster, uma das pessoas mais perceptivas e lúcidas de que tive conhecimento na área do autoconhecimento. Excelente site este dharmalog. Obrigado ao seu autor por propiciar a muitos tão bela fonte de conhecimento e realização pessoal e social. Sugiro a publicação de mais vídeos (com legenda) de Jeff Foster.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *