“Isso é o que quero que levem desse show: descubra qual seu propósito e não perca tempo”, Oprah Winfrey

A maior apresentadora de tv de todos os tempos, Oprah Winfrey, encerrou seu programa The Oprah Winfrey Show semana passada (transmitido no Brasil pelo GNT), depois de 25 anos e 4.561 programas, e concentrou seu discurso final numa bela mensagem de missão pessoal: “Todos temos um chamado e seu propósito na vida é descobrir qual é o seu e começar a realizá-lo“, disse ela no último episódio, do dia 25 de maio. “Você tem que viver; entendo isso. Mas você também tem que saber o que acende a luz em você para que você, do seu próprio jeito, possa iluminar o mundo”.

O vídeo do programa não foi publicado no YouTube nem em outra plataforma de vídeos e está apenas no site Oprah.com, que não permite que usemos o recurso de embuti-lo (embed) aqui. O trecho do vídeo que fala desse discurso está traduzido abaixo e o link para ver o vídeo é este: “What Oprah Knows For Sure” (Oprah.com). A despedida de Oprah Winfrey está sendo reprisada pela GNT, confira a programação.

Eis o trecho:

“O que eu sei de certeza dessa experiência com vocês é que todos nós somos chamados. Todo mundo tem um chamado. E o seu trabalho verdadeiro na vida é descobrir o que é isso e começar a fazê-lo. Todas as vezes que vimos uma pessoa nesse palco que era um sucesso na sua vida elas falavam sobre a alegria e os frutos que eles recebiam por fazer o que sabiam que foram feitos pra fazer.

Nós vimos isso nos voluntários que resgataram bebês em Atlanta. Vimos isso naquelas adoráveis moças das tortas de Cape Cod fazendo aquelas deliciosas tortas. Vimos isso toda vez que Tina Turner, Celine, Bocelli ou Lady Gaga levantavam o palco com suas paixões. Porque isso é o que uma paixão é. Ela te ilumina e faz você saber que você deveria estar exatamente onde você deveria estar, fazendo exatamente o que você deveria estar fazendo. E isso é o que eu quero para todos vocês e desejo que vocês levem desse show. Viver a partir dos seus próprios corações. Você tem que viver; entendo isso. Mas você também tem que saber o que acende a luz em você para que você, do seu próprio jeito, possa iluminar o mundo.

Quando comecei, nem eu imaginei que esse programa teria a profundidade e o alcance que todos vocês deram a ele. Tem sido um privilégio para mim falar a vocês aqui neste estúdio, neste país e em 150 países ao redor do mundo nessa plataforma que é o The Oprah Winfrey Show. Você me deixaram entrar em seus lares pra falar com vocês todos os dias. Isso é o que vocês me permitiram fazer, e eu agradeço por isso. Mas o que eu quero que vocês saibam agora que o programa acaba: cada um de vocês tem sua própria plataforma. Não deixa as armadilhas aqui lhe enganar. A minha é esse palco em um estúdio, o seu é onde quer que você esteja com sua própria capacidade, não importa quão pequena ou quão grande essa capacidade seja. Talvez seja 20 pessoas, talvez sejam 30, 40 pessoas, sua família, seus amigos, seus vizinhos, seus colegas de classe, sua sala, seus colegas de trabalho. Onde quer que você esteja, esta é sua plataforma, seu palco, seu círculo de influência. É seu tal show, e é onde sua força está. De todas as maneiras, em todos os dias, você está mostrando às pessoas exatamente quem você é. Você está deixando sua vida falar por você. E quando você faz isso, você recebe de volta em direta proporção do quanto você dá seja em que plataforma você tiver.

Meu grande desejo para todos vocês que me permitiram honrar meu chamado através desse programa é que você faça o que quer que seja que você esteja fazendo, realize isso daqui pra frente e não perca mais tempo nenhum. Comece a abraçar sua vida que está chamando e use sua vida pra servir o mundo”.

~ Oprah Winfrey, What Oprah Knows For Sure” (Oprah.com)

Assuntos desse conteúdo
, , , ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

5 Comentários

  • Nando, que bom vc publicou isso, acabei perdendo esse ultimo dia da Oprah e sabia que era uma mensagem importante, um chamado para descobrirmos quem somos e o que nos inspira, nos mobiliza, nos apaixona. Obrigada por esse post, e por favor reprise mesmo no GNT esse programa.
    Na minha vida foi assim, em 87 voltei dos EUA apaixonada pela música que tinha ouvido na CA, e pela poesia e simplicidade de falar com o coração,depois de estudar em Esalen. Vinha de um jornalismo pesado, de lutas pela igualdade racial, feminismo e meio ambiente, mas segui o chamado e criei o programa de radio Música da Nova Era, de música e poesia, que foi um grande sucesso durante 9 anos em várias cidades brasileiras (infelizmente não foi exibido em Santa Catarina). E nunca mais perdi o rumo, fazendo eventos, criando revistas, produzindo CDs, escrevendo,expressando.
    Me lembro do ultimo retiro de Dzogchen, com Chagdud Tulku Rinpoche, nas montanhas do Oregon, quando um dia ele disse que ia nos ajudar a perceber a natureza da nossa mente e como ela se expressava no mundo. Todos trabalharam furiosamente para a cerimonia, preparando comida, bandeiras, poemas, e eu estava ali meio sem função, afinal todos eram tão capazes…mas na hora Rimpoche me chamou, me deu 2 cameras e falou: você filma! E durante a cerimonia eu percebi não só a natureza da minha mente, rigpa, mas que eu era uma comunicadora, essa a minha expressão no mundo. E nunca mais parei.

    • Mirna querida, que inspirador… Quem somos e para que estamos nos pipoca de repente, cabe-nos reconhecer e abraçar. You got it & keep it alive!!! Beijos

  • Mirna, todos os dias dessa semana final foram muito bons, mas especialmente este último, em que ela não chamou nenhum convidado e fez apenas um retrospecto geral com esse tipo de mensagem. Essas histórias de descoberta do chamado são inevitavelmente bonitas e marcantes, e ela ter escolhido falar disso pra tanta gente, em horário nobre, ao invés de ficar lá em torno do próprio umbigo (como a gente sabe que vários outros fariam…), é bastante entusiasmante pra gente, que sabe que isso é realmente fundamental e muda a vida das pessoas. Como mudou a sua.

    Sonia: o formato mais adequado é o que as pessoas possam ver e entender. :) Se você tiver o programa em um disco de DVD, pode extraí-lo com um software pro computador e depois colocar no YouTube, que aceita vários formatos. Se puder, depois coloque o link aqui pra gente saber. :)

    Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *