5 dicas para conseguir acordar mais cedo, naturalmente (sem despertador)

Sempre achei a rotina de acordar com despertador uma espécie de violência auto-imposta — ao nosso sono natural e ao nosso estado de disposição para iniciar o dia. Tracey Marks, psicoterapeuta e psiquiatra autora de “Master Your Sleep”, escreveu um artigo (Huffington Post) semana passada listando quatro medidas para se tornar uma “pessoa matutina” (“morning person”), e eu acrescentei uma quinta, originada do Ayurveda, que pode ajudar quem quiser acordar cedo naturalmente, sem despertador (ou mesmo quem quiser apenas testar a experiência). “Não se surpreenda se você começar a ver as manhãs com outra visão“, diz o YogaJournal em um artigo que também fala da rotina de acordar cedo (“Wake Up Routine“, por Catherine Guthrie)

Há uma dica preliminar, sugerida no site WikiHow, que também é fundamental: “refletir sobre o motivo que o leva a querer acordar mais cedo“. Pode ser para conseguir meditar todo dia em silêncio, pode ser para ter mais saúde, pode ser para começar o dia menos ranzinza, pode ser chegar no trabalho mais cedo, seja o que for, se essa motivação for fraca, dificilmente qualquer dica seguinte funcionará. Não é fácil, afinal, com um mundo de distrações eletrônicas, encontros com amigos, compromissos de trabalho, família etc, realmente não é tarefa simples ir para a cama cedo para conseguir acordar cedo.

As cinco dicas seguem abaixo, mas, antes de tudo, gostaria de frisar dois benefícios muito fortes que acordar cedo me proporcionou. A primeira é o fortalecimento do sistema imunológico. Gostaria de ter dados numéricos, mas só tenho mesmo minha relato pessoal: é notável como dormir e acordar cedo, além de todas as consequências que isso traz (como comer melhor, trabalhar melhor, etc), afasta doenças e mesmo desequilíbrios tolos como inícios de resfriados, tosses e dores-de-cabeça. A segunda coisa é a calma e a clareza mental que acordar cedo naturalmente proporciona. Usando um conceito do Ayurveda, a mente fica mais “sátvica”, expressão que define a “guna” (característica universal) do equilíbrio e da inteligência. “Sattva é o princípio da lucidez, da amplidão e da paz”, afirma Dr David Frawley no livro “Uma Visão Ayurvédica da Mente“. Com a mente sátvica, até ser gentil fica mais fácil e prazeroso.

Então, as 5 dicas são:

1. Exposição à Luz. Essa dica é tão simples e tão poderosa que não há o que falar a não ser testar na prática. Ao dormir, deixe sua cortina aberta, nem precisa ser toda, apenas uma parte, mas uma parte que normalmente permita a luz solar entrar. Ela é uma infalível mensageira do ritmo biológico.

2. Sono regular. Dormir cedo, eu diria. Tracy fala que dormir cada dia num horário prejudica seu “ritmo circadiano”. Segundo o Ayurveda, a melhor hora para dormir é por volta das 22h. Se isso realmente acontecer, dificilmente você precisará um despertador às 8h da manhã. Em geral, após 8 horas de sono, você acordará naturalmente — ou seja, em torno de seis da manhã.

Essa dica é importante porque é ela que vai lhe permitir “furar” a disciplina do sono regular quando você quiser ou precisar (ir a uma festa ou simplesmente ir dormir tarde num dia após um cinema). Se sua rotina estiver boa, essas exceções à regra não prejudicam.

3. Exercício matinal. Não precisar ser academia (e talvez nem deva, pra muita gente) nem algo forte, pode ser uma simples caminhada de 15 ou 20 minutos com seu cachorro. Ou alguns simples ásanas de yoga, por exemplo. Só para acordar o corpo e ativar o metabolismo. Não é vital que seja logo na primeira hora, pode ser em qualquer período da manhã. Se tiver que ser à tarde ou à noite, tente o mais cedo possível, pois quanto mais tarde, pior será para a manhã seguinte.

4. Café da manhã saudável. Importante citar o conhecimento do Ayurveda mais uma vez aqui: de acordo com seu biotipo físico, os cafés-da-manhã podem ser diferentes, mais leves (no caso de Kapha) ou mais fortes (no caso de Vatta). Uma dica que a Tracy dá é uma refeição com fibras, como granola, pois isso ajuda o sistema digestivo a trabalhar naturalmente. Comer com tempo e bem ajuda o resto do dia inteiro, inclusive a dormir num horário melhor.

5. Meditação. Pode ser por apenas 10 ou 15 minutos, mas um tempo em silêncio é fundamental, principalmente na hora de começar o dia. Além dos benefícios para a saúde que atraem muitas pessoas, a meditação é uma maneira de conhecer sua realidade interior, tão prejudicada pelas ocupações do dia e tão fundamental para qualquer manutenção da saúde e de uma vida melhor.

PS: Para saber mais sobre isso, você pode ler o livro “Saúde Perfeita“, de Deepak Chopra.

[ Foto: Flávio Jota de Paula @ Flickr ]