Terráqueos, o premiado documentário sobre animais na íntegra (VIDEO)

Um comentário recorrente sobre esse filme é que ele “deveria ser obrigatório nas escolas, que nós devemos aprender a respeitar os animais e a natureza o mais jovem possível”. “Terráqueos” (Earthlings)” é um documentário com narração de Joaquin Phoenix e música de Moby que mostra imagens da indústria dos alimentos animais, muitas delas desconhecidas para a maioria de nós mas que sabemos que estão na Internet, divulgadas por organizações como o Peta, e envolvendo majoritariamente as grandes cadeias de comida, como KFC. O filme está disponível na íntegra (95min) em alguns sites, inclusive no YouTube, cujo conteúdo reproduzo aqui (abaixo).

A indústria do alimento animal sacrifica aproximadamente 9 bilhões de animais por ano em benefício de alimentação e vestuário humano, só nos Estados Unidos (fonte: Wikipedia). As vendas do sanduíche BigMac, o mais famoso da cadeia McDonalds, são de aproximadamente 550 milhões de unidades por ano (fonte: CBS). Ainda assim, raríssimas são as imagens reportadas em noticiários ou filmes sobre como essa indústria opera e quais os prejuízos. Apesar de vermos uma consciência crescente sobre informações de origem e método de produção de alimentos orgânicos e não-transgênicos, por exemplo, o mesmo não acontece com as informações sobre a produção da carne animal.

Ontem, a professora de Yoga e colaboradora do site ElephantJournal, Celia Aurora de Blas, postou um vídeo emocionado pedindo atenção ao filme. “Acabei de descobrir o filme Earthlings. Você pode ver online (…). Acho que vou precisar da ajuda de um terapeuta depois de assistir à primeira parte. Você talvez valorize mais a sua vida se assistir e pode salvar algumas vidas também”.

Abaixo, “Terráqueos” na íntegra, 95min. ATENÇÃO: várias imagens fortes do tratamento de animais, algumas em matadouros.

Se você quiser se aprofundar mais, uma boa dica recente é o novo livro de Jonathan Safran Foer, “Comer Animais“.

Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog, terapeuta na Hridaya Terapia em São Paulo, Instrutor de Meditação e proprieário do Dharma Office.

7 Comentários

  • Apesar de fortíssimo este documentário é excelente!!
    Não creio que seria bem aceito nas escolas, geraria uma polêmica imensa entre os pais, infelizmente, mas quanto mais divulgado melhor!

    Antes de assistirem saibam que é realmente INDIGESTO EMOCIONALMENTE PARA QUALQUER SER HUMANO!
    MAS VALE A PENA VER A REALIDADE!!!NUA E CRUA!!

  • Muito Interessante, na verdade mexeu mesmo com minha percepção a respeito de minhas refeições e outros pontos tbm. Só achei que deveriam aparecer mais imagens da verdadeira conecção do homem com a natureza, do pouco do equilibrio que ainda temos a esse respeito. Gostaria de ter visto imagens mais atuais tbm, de como está realmente a situação depois de anos de luta de instituições como greepeace … No mais acho muito importante esse documentario, é como um banho de água fria pra ver se acordamos pelo ao menos um pouco.

    • Neto Lima,

      Que legal que você assitiu o documentário!!
      Você não encontrou dados muito atuais porque EARTHLINGS foi produzido em 2005.
      Concordo com você, cabe uma segunda versão, depois de 6 anos, para vermos como as coisas estão!!
      Mas creio que não mudaram muito, pois vemos cada vez mais institições sérias lutando todos os dias.
      Bom continuar divulgando EARTHLINGS, para as pessoas que não entendem porque existem tantas manifestações em prol da vida animal.

      abçs.

  • Quando assisto desumanidades (e isso é passível de ser visto todos os dias) sinto-me envergonhada de ser humana… de ter a chance fantástica de viver na Terra e não poder contribuir para mudar o comportamento de alguns (a maioria) homens. Humildemente, ofereço o meu exemplo, amando animais e quaisquer outros seres – terráqueos ou não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *