A solução pela interdependência (TEDxRio)

Se a gente não consegue conviver no trânsito, nas ruas, no trabalho, na vizinhança ou onde quer que seja por causa do desrespeito unilateral ou mútuo dos nossos direitos básicos, por “assalto” do espaço público e privado, por “excessos” individualistas, é porque não temos cidades, espaços e, principalmente, a cultura da interdependência. Quem não vem sentido a transgressão crescente de semáforos, acostamentos e piscalertas por todo lugar? Esses são instrumentos que foram (ou deveriam ter sido) criados para regular um convívio em comunidade, mas na ausência de comportamento e compreensão interdependentes, eles são ignorados em prol de decisões individualistas e em detrimento a todos os outros membros da sociedade. Abelhas e formigas fazem melhor.

Ou pássaros “starlings“, mostrados na palestra do Ricardo Guimarães, no primeiro TEDxRio (15/02). O discurso dele foi um alerta a essa degeneração causada pela busca da independência e um chamado à cultura da interdependência, maravilhosamente mostrada na dança sincrônica dos starlings. Algo que devemos construir ativamente no mundo.

Acho que se você chegou até aqui não precisa de muita explicação sobre interdependência, então o melhor a fazer é contemplar a inenarrável (sic) coreografia dos starlings. Viva a natureza:

Assuntos desse conteúdo
, , , ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *