Jack Welch sobre Twitter: de “just don’t get it” a “can’t stop doing it”

jackwelch_twitter

Ele diz que não sabe ainda porque twitta, mas dá pra sacar claramente no artigo que acabou de publicar junto com sua esposa na Business Week: Why We Tweet. Aliás, approach muito bem sacado para o artigo — ao invés de uma análise business, o ex-CEO da GE assume um ponto de vista pessoal e tenta explicar porque faz uma coisa que poucos grandes CEOs fariam. Ou, como disseram muitos dos seus próprios amigos, porque “perdem tempo com essa bobagem” (aspas pra matéria).

Jack Welch está twittando (@jack_welch) porque nunca deve ter tido um contato tão direto e rejuvenescido com as pessoas que gostam dele e da carreira que ele fez na GE até 2001. Hoje ele não só twitta a esmo para seus mais de 200 mil seguidores, mas trava conversas acaloradas e divertidas sobre Celtics, Red Sox e Obama para muito além dos 10 amigos que segue. Um deles é sua própria mulher, Suzy (@suzywelch), co-autora do artigo e evangelizadora do Twitter para Jack, que viu seu marido migrar do status de “não entendo isso” para “não consigo parar de twittar” em alguns poucos tweets.

Ninguém sabe o motivo, mas sabe ao mesmo tempo — “because it’s fun”, “to feel more connected in a disconnected world”. Agora mesmo, um domingo frio e nublado com chuva no Rio, tá todo mundo fazendo justamente isso.

“Comece a twittar e você vai saber porque”.
~ Jack & Suzy Welch.

Assuntos desse conteúdo
, ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

2 Comentários

  • tem algo bom sim. mas não precisa gostar nem entender. mas, nesse caso, você vai precisar continuar comentando e postando pra gente continuar conversando. tuíter é a presença online 2.0.

    diz a lenda que esse estágio de descrença e desinteresse é a primeira fase da adoção do tuíter! hahahhhaa. ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *