Filme “A Morte Torna a Vida Possível” explora tabu cultural e científico ocidental sobre a morte [VÍDEO]

O que se sabe atualmente sobre o evento da morte do corpo humano? O quanto evoluiu esse conhecimento sobre a morte nos últimos anos e décadas? É o fim da vida? Até onde a ciência vai e até onde consegue ir? “A Morte Torna a Vida Possível” (do original “Death Makes Life Possible”) é um filme que reúne o trabalho e depoimento de diversos pesquisadores e especialistas em consciência, existência fora-do-corpo e experiências de quase-morte para ampliar o espectro de conhecimento humano sobre os limites da sua vida, e extinguir tabus culturais e científicos sobre esse assunto.

Capitaneado pela cientista, antropóloga cultural e presidente do Institute of Noetic Sciences, Marilyn Schlitz, “A Morte Torna a Vida Possível” busca respostas para o significa real da vida, da morte e do que houver além, trazendo nomes como Deepak Chopra, Mingtong Gu, Julie Beischel, Edgar Mitchell e Dean Radin. Como diz o filme em seu site oficial, “Death Makes Life Possible é obrigatório para todos aqueles que vão morrer um dia“.

“Você pode imaginar a vida sem qualquer mudança? Não existe.”
~ Master Mingtong Gu

Para ativar as legendas, clique em “Select Language” no box cinza abaixo do vídeo (caso não apareça, recarregue esta página ou use este link alternativo).

Assuntos desse conteúdo
, ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

6 Comentários

  • Se vale a pena viver
    e se a morte faz parte da vida,
    então, morrer também vale a pena…
    Immanuel Kant

    A morte é só uma mudança de estado.
    Gostei bastante da abordagem. Grata.

  • Nando,
    Um amigo (a quem indiquei o Dharmalog), passou em agradecimento o abaixo, que compartilho:
    P.S.: Achei-o belo, porém ainda fico com o texto do “Navio”
    do Rabino Henry Sobel. (é que depois de “Vita brevis: a Carta de Flória Emília para Aurélio Agostinho”, ‘garrei’ uma birra…
    =) Norma

    quote

    Esse, pra mim, é o melhor texto sobre a morte…

    A Morte não é Nada
    Santo Agostinho

    “A morte não é nada.
    Eu somente passei
    para o outro lado do Caminho.

    Eu sou eu, vocês são vocês.
    O que eu era para vocês,
    eu continuarei sendo.

    Me dêem o nome
    que vocês sempre me deram,
    falem comigo
    como vocês sempre fizeram.

    Vocês continuam vivendo
    no mundo das criaturas,
    eu estou vivendo
    no mundo do Criador.

    Não utilizem um tom solene
    ou triste, continuem a rir
    daquilo que nos fazia rir juntos.

    Rezem, sorriam, pensem em mim.
    Rezem por mim.

    Que meu nome seja pronunciado
    como sempre foi,
    sem ênfase de nenhum tipo.
    Sem nenhum traço de sombra
    ou tristeza.

    A vida significa tudo
    o que ela sempre significou,
    o fio não foi cortado.
    Porque eu estaria fora
    de seus pensamentos,
    agora que estou apenas fora
    de suas vistas?

    Eu não estou longe,
    apenas estou
    do outro lado do Caminho…

    Você que aí ficou, siga em frente,
    a vida continua, linda e bela
    como sempre foi.”

  • Lindo! Vou guardar comigo…
    Lembrando que ao morrer, levo comigo as impress�es que guardei em meu cora��o e deixo mas minhas no cora��o das pessoas que conheci.

    Tenham todos um dia de Paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *