Livro Tibetano dos Mortos é inspiração para elogiado filme psicodélico “Enter The Void” (TRAILER)

A crítica do The New York Times, Manohla Dargis, diz que o filme “um trabalho excepcional, que se distingue grandemente nao só pela cinematografia espetacular, mas que exibe um artista querendo nos mostrar coisas que nunca vimos antes“. Apresentado em Cannes, Sundance e Toronto, e com críticas positivas como essa, o filme “Enter The Void“, do diretor Gaspar Noé, não entrou em cartaz no Brasil até hoje. Lançado ano passado, o filme mostra dois irmãos franceses vivendo em Tóquio e a perspectiva de um deles quando morre e vaga pela cidade de um ponto de visto do que seria o “espírito” dele, e toda a história e cinematografia foi criada para seguir o “Livro Tibetano dos Mortos“, embora o diretor Noé não se diga budista. E explica: “o filme inteiro é o sonho de alguém que leu o Livro Tibetano dos Mortos e ouve sobre ele pouco antes de levar um tiro”.

Andrew O’Hehir, do site Salon, diz que “não há como resumir a odisséia paranóica, terrível e maravilhosamente linda entre vida e morte que no o diretor Noé nos leva…”. Peter Bradshaw, do Guardian, diz que “este filme chocante, lindo e delirante é o que nos oferece o relâmpago do terror e inspiração que esperamos do cinema”. Tom Leão, crítico do jornal O Globo, diz que é “um dos filmes mais interessantes e originais do ano passado”.

Abaixo, o trailer de “Enter The Void“:

Este post foi escrito por

Sobre o autor Psicoterapeuta Gestalt e jornalista, Nando Pereira é autor do livro "Para Abraçar a Prática" (240pp, 2019) e coordenador da Mentoria de Meditação, "30 dias para transformar sua prática".

1 Comment

  • Filme excepcional, tanto pela psicodelia das imagens quanto pela viagem de aparentemente estarmos sendo conduzidos, e flutuarmos grande parte do tempo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *