literatura

Tableau!, Mário Quintana

Tableau! “Nunca se deve deixar um defunto sozinho. Ou, se o fizermos, é recomendável tossir discretamente antes de entrar de novo na sala. Uma…

O Milagre, Mário Quintana

O Milagre “Dias maravilhosos em que os jornais vêm cheios de poesia… e do lábio do amigo brotam palavras e eterno encanto… Dias mágicos……

O Poema, Mário Quintana

O Poema Uma formiguinha atravessa, em diagonal, a página ainda em branco. Mas ele, aquela noite, não escreveu nada. Para quê? Se por ali…

Relâmpagos, Ferreira Gullar

“Certas coisas meramente cerebrais são meio satânicas. “Ulisses” é uma delas. Demônio não tem afeto. É só cérebro. Você faz uma obra tim, ton…

“Eu”, Paulo Leminski

Eu coloquei aqui o “Incenso Fosse Música“, do Leminski, pq eu já conhecia e sempre adorei, mas depois que eu fui numa página com…

Eu, Etiqueta, Drummond

Eu, etiqueta Carlos Drummond de Andrade Em minha calça está grudado um nome que não é meu de batismo ou de cartório, um nome……

Resíduo, Drummond

Resíduo Carlos Drummond de Andrade De tudo ficou um pouco Do meu medo. Do teu asco. Dos gritos gagos. Da rosa ficou um pouco…

Trato e distrato, Drummond

Trato e distrato Carlos Drummond de Andrade Em Paris, um tratado gravemente firmado renova outro tratado longamente ajustado, pesado, blablablado, que tinha estruturado o…

Consolo na Praia, Drummond

Consolo na Praia Carlos Drummond de Andrade Vamos, não chores… A infância está perdida. A mocidade está perdida. Mas a vida não se perdeu….

Diário de Antônio Maria

O “Diário de Antônio Maria” é o blog do Antônio Maria! São 3.335 linhas escritas à mão por um dos nossos maiores cronistas e…

A ciência e o sabiá

A ciência pode classificar e nomear os órgãos de um sabiá mas não pode medir seus encantos. A ciência não pode calcular quantos cavalos…