O legado de Swami Dayananda: documentário brasileiro mostra trajetória do mestre indiano de Vedanta

O documentário acima é uma homenagem feita por discípulos brasileiros ao célebre mestre indiano de Vedanta, Swami Dayananda Saraswati (1930-2015), considerado um dos maiores nomes do Vedanta do Século XX (e XXI), guru do atual primeiro ministro da Índia Shri Narendra Modi, e também de hoje mestres brasileiros como Gloria Arieira e Jonas Masetti. “O Legado de Swami Dayananda” tem 33 minutos de duração e foi lançado esta semana por ocasião do aniversário de nascimento dele, em 15 de agosto de 1930. Apresentado pelo professor do Instituto Vishavidya, Luciano Giorgio, o documentário mostra desde a juventude de Swami Dayananda, cujo nome de nascimento era Natarajan, passando pelo encontro com seus gurus, sua renúncia e aprofundamento na sabedoria Védica, o início dos seus ensinamentos e até seu estabelecimento como grande swami de Vedanta e seu Maha-Samadhi.

Vedanta, para quem nunca ouviu falar ou apenas superficialmente, é um conhecimento milenar originado na sabedoria dos Vedas, possivelmente a maior herança espiritual da Índia. Do Sânscrito, significa “o final dos Vendas”, referindo-se aos Upanishads, que tratam da iluminação e da auto-realização do ser humano, ou também “o conhecimento final”, já que “veda” também significa conhecimento. Incluindo também o estudo dos Brahma Sutras e do Bhagavad Gita, o Vedanta se concentra na investigação da realidade última, da própria natureza do ser, que alguns traduzem simplesmente como “auto-conhecimento”. Grandes mestres como Sri Ramana Maharshi, Swami Sivananda, Sri Nisargadatta Maharaj e Swami Vivekananda, estão associados a esse ensinamento, assim como o próprio Swami Dayananda, expoente mais contemporâneo dessa sabedoria.

É muito tocante assistir nesse documentário a um mestre dessa estatura em seus primeiros passos, em suas descobertas, seus encontros com aqueles mestres que iriam lhe ajudar, lhe ensinar, e ele mesmo percorrendo seu caminho para se tornar quem foi.  Há várias imagens e vídeos que ilustram essas passagens de Swami Dayananda durante sua trajetória na Índia, principalmente em Rishikesh, onde ele se estabeleceu.

Mas uma das coisas que mais me toca particularmente sempre que faço contato com qualquer coisa dele é a impressionante capacidade de transmitir, de explicar, de criar entendimento, e muitas vezes ainda usando leveza e bom humor. “A experiência é burra“, ele diz, depois de ter buscado durante muito tempo aquilo que chamava de experiência da auto-realização. “O único problema é não saber. O que é preciso é puramente uma busca cognitiva”, explica ele.

Assista acima ao documentário na íntegra (legendas inclusas quando necessário). E abaixo, como complemento, o vídeo de um trecho de satsang em que Swami Dayananda fala “a experiência é burra” – “experience is dumb” (o vídeo tem tradução falada em espanhol).

Mais sobre Swami Dayananda no Dharmalog:

— Um pequeno sermão da montanha (mas não aquele) para encontrar o que se busca na vida, por Swami Dayananda

“O problema é você, a solução é você”, por Swami Dayananda

//////////

Assuntos desse conteúdo
, ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *