9 Atitudes de Mindfulness, com Jon Kabat-Zinn [PARTE 2]: Paciência e o tempo próprio das coisas

Paciência é a segunda atitude que integra a prática de Mindfulness – a meditação pela percepção atenta não-julgadora no momento presente – nesta série de 9 Atitudes descritas pelo médico americano Jon Kabat-Zinn, um dos responsáveis pela divulgação e ensino de mindfulness (traduzida muita vezes por “atenção plena“) nos Estados Unidos e outras partes do mundo ocidental. É a segunda, mas não há ordem exata de prioridade, são dimensões de uma mesma prática, e esta vem na sequência do “Não Julgar“, publicada aqui anteriormente (veja aqui). A série foi gravado pela Mindfulnessgruppen, da Suécia, e está disponível originalmente em inglês no YouTube, e aqui no blog traduzida e legendada em português.

“Quando estamos sempre com pressa de chegar a algum outro lugar, a consequência disso é que nunca estamos onde realmente estamos, o que é uma tremenda tristeza, e uma tremenda perda”.
~ Jon Kabat-Zinn, Mindfulness e Paciência

Kabat-Zinn é autor do método Mindfulness-Based Stress Reduction (MBSR), é fundador da Clínica de Redução do Stress e do Centro de Atenção Plena em Medicina, na Escola Médica da Universidade de Massachusetts (EUA), e autor de vários livros nesta área, principalmente “Full Catastrophe Living: Using the Wisdom of Your Body and Mind to Face Stress, Pain, and Illness (1991)”, e “Wherever You Go, There You Are” (2005). Kabat-Zinn também é membro do Mind and Life Institute, o instituto que reúne cientistas e o Dalai Lama para discussões de pesquisas na área da meditação e neurosciência.

Segue o vídeo de Jon Kabat-Zinn sobre a Paciência (2min):

//////////

Foto de icewerks [licença de uso Creative Commons BY – link)

Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog, terapeuta na Hridaya Terapia (São Paulo) e proprietário do Dharma Office.

5 Comentários

  • Nando, tudo bem? Não havia expressado antes minha gratidão por este Blog, aproveito este momento para corrigir este erro. Aprendo muitas coisas aqui. Muito obrigado pelo vídeo acima e o anterior! /\

  • É, não precisa mais do que essas palavras: “Quando estamos sempre com pressa de chegar a algum outro lugar, a consequência disso é que nunca estamos onde realmente estamos, o que é uma tremenda tristeza, e uma tremenda perda”.
    ~ Jon Kabat-Zinn, Mindfulness e Paciência

  • O Nando Pereira apareceu, simplesmente aparecendo, em meu computador, à minha consciência visual e, daí em diante, tem sido uma fonte de alimento e energia para o complexo corpo & mente que aqui, humildemente o AGRADECE. Nando tem cadeira cativa na terra pura dos budas e bodisatvas.

    Obrigado por sua imensa generosidade.

    Paulo

    • Nem sei como responder a um agradecimento assim, Paulo. Ver que alguém realmente está aqui e aproveita tanto quanto eu multiplica muito o valor da coisa toda. Faço com entusiasmo e gratidão, e a rede de agradecimento que tece um simples post como esse é tão grande que os nomes são infinitos – mas podemos citar, por exemplo, Jon Kabat-Zinn pra começar, a Universidade de Massachusetts, o Buda Shakyamuni fundamentalmente, os ensinamentos Theravada, ensinamentos Zen e todos os mestres que vieram transmitindo isso (nem temos idéia de quantos e quanta vida está nessas transmissões por séculos, muitas delas orais), o pessoal do Mindfulnessgruppen que gravou esses belos vídeos, o YouTube que permite isso tudo ser facilmente publicado e espalhado, assim como WordPress, Amara (software de tradução e legendagem gratuito), Facebook, G+, e até a dona borboleta e a fotógrafa dela, que chegou aqui via Creative Commons. Isso é apenas uma parte, e apenas nesse post.

      E ao seu computador, onde tudo aparece. :-)

      Obrigado por escrever, você é bem-vindo.

      Um abraço grande,
      Nando

Deixe uma resposta para Paulo Fernandes Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *