A felicidade que vem da meditação, “uma felicidade bem diferente do prazer dos desejos”, por Swami Sivananda

“Depois de um pouco de tempo na prática da meditação, você sentirá o corpo mais leve depois de um curto tempo, digamos 15 ou 30 minutos depois que você se sentou na posição Padma, Sidha ou Sukhasana, de acordo com sua preferência e temperamento. Você pode estar semi-consciente do corpo também. Há uma grande dose de felicidade devido à concentração. Isso é felicidade que vem da concentração – a concentração de Ananda (bem-aventurança) – que é bem diferente dos prazeres dos desejos. Você deve ser capaz de diferenciar esses dois prazeres através de Buddhi (a mente superior), que aparecem sutilmente pela constante meditação (Abhyasa). Dharana (concentração) e Dhyana (meditação) tem o poder de aguçar o intelecto. Uma Buddhi treinada pode compreender problemas sutils, filosóficos e sombrios maravilhosamente bem. Uma Buddhi disciplinada que pode diferenciar cuidadosamente a concentração-Ananda e felicidade-Nididhyasana (absorção na contemplação) vai naturalmente viver o dia para degustar esse tipo de felicidade, Vasana-Ananda. Tal mente vai abominar prazeres do desejo. Vai ocorrer uma repugnância extrema, uma aversão positiva aos objetos. É natural, porque esse tipo de felicidade é mais duradoura, sustentada e real, porque emana do Espírito. Você pode sentir claramente que a mente está se movendo, está deixando seu lugar no cérebro e está tentando ir para Yathasthana (lugar original). Você sabe que está deixando seu velho sulco e agora está indo para um novo lugar na avenida. Como resultado da meditação, novos canais são formados no cérebro, novas correntes de pensamento são geradas e novas células cerebrais são formadas. Essa é uma psicologia totalmente transformada. Você tem um novo cérebro, um novo coração, novos sentimentos, novos sentidos e novas sensações.”

~ Swami Sivananda, em “What Is Meditation” (Mind Moves)

//////////

Assuntos desse conteúdo
, ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo capital.

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *