Pra contemplar [39]: a “dança do oceano das estrelas” numa coleção de imagens celestes em time-lapse HD [VÍDEO]

A natureza humana parece ser tão profundamente contemplativa que olhar pro céu nunca é algo ordinário. “Uma história brilhante, bonita e violenta (sic) sobre a noite, sobre a dança do oceano das estrelas, sobre um fenômeno espetacular, brilhoso e noturno”, diz a descrição desse vídeo intitulado “”All is Violent, All is Bright” (Tudo é Violento, Tudo é Brilhante), na verdade o nome da música que é ouvida, da banda “God Is An Astronaut“. Entre os fenômenos que aparecem no vídeo há “nuvens mesosféricas polares“(0:11, 1:08 e 1:53), os chamados “moon dogs“, ou paraselenes (1:20), a luminescência atmosférica, ou “nightglow” (0:58),  e também o arco circunzenital lunar (0:33), que o autor Tadas Janušonis afirma se “o evento celeste mais raro contido nesse vídeo”. Para ele, a imagem mais espetacular está no minuto 3:12.

Num post republicado hoje pela manhã na página do Dharmalog no Facebook, uma frase do sábio indiano Jiddu Krishnamurti falava algo que inclui essa atividade contemplativa sobre as estrelas: “Você deve entender a vida inteira, não apenas uma parte. É por isso que você deve ler, é por isso que você deve olhar para os céus, é por isso que você deve cantar e dançar, escrever poemas e sofrer e entender, porque tudo isso é a vida”.

Segue o vídeo:

//////////

Compartilhado por Tiago Aquines.

Assuntos desse conteúdo
, ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

5 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *