Em honra ao fato que a vida é curta: “não guarde o melhor no fundo das gavetas, nos armários, no seu coração”, por Danielle LaPorte

O fim do ano está quase aqui e as energias de renovação e de liberação do que não nos serve mais vão aparecendo, e a autora americana Danielle LaPorte (“The Sparker Kit”) publicou essa semana em seu site WhiteHot Truth uma mini-manifesto dos bons: “Em honra ao fato que a vida é curta: sexo divino, conclusões e vestindo seu melhor” (“in honour of the fact that life is short: ecstatic sex, quitting, and wearing your best“). O tema do mini-manifesto é não esperar o futuro, nem sequer o fim-de-semana, nem sequer o dia de amanhã. “Hoje é sua ocasião especial”, diz ela, desenrolando uma série de frases curtas que inspiram a trocar as atitudes procrastinadoras ou criadoras de rotina por outras mais celebrativas, vivas e renovadas.

//////////

Em honra ao fato que a vida é curta
Por Danielle LaPorte

“vista suas roupas brancas. tenha-as passadas.
use seus melhores pratos — todo dia.
barbeie-se nos fins-de-semana.
não espere por ocasiões especiais.
não guarde o melhor no fundo das gavetas, atrás dos armários, no seu coração.
não espere por feriados ou convites.
declare que seu hoje é a ocasião especial.
ligue ao invés de mandar email (é bom se conectar)
tome um café.
desista.
tome conta.
renuncie aos seus dias de glória. você já se contou todas essas histórias mais de duas vezes.
olhe pra frente.
coloque perfume pra você mesmo. jogue fora suas roupas de vestir-em-casa e promova suas roupas boas ao status de vestir-em-casa.

deseje se sentir bem todo o tempo.

escreva seu livro.
lance-o.
faça do sexo divino uma prioridade (essa deliberação lhe fará mais criativo, produtivo e geralmente gracioso. no seu leito de morte, você pensará em todos os maravilhosos sexos que você teve nessa vida.)
queime sua lista de afazeres.
escreva poesia. uma por dia.
determine-se a ser tão encorajador quanto possível, tantas vezes quanto possível, para todos possíveis.
não olhe pra trás.
se você sente que está sempre fracassando, considere que isso é uma parte de ser um artista. deixe acontecer uma inclinação divina.
vá em frente.
entre.
saia.
coma comida de verdade.
rejeite frequentemente estar na presença de gente que lhe faz sentir reprimido, ansioso, ou que te deixe pra baixo.
não dê bola para os que odeiam.
mande luz pros que odeiam.
doe. você provavelmente não vai precisar e alguém vai.
desligue a tv.
deixe acontecer naturalmente.
acenda velas. durante o dia.
apaixone-se. por você mesmo. pela pessoa que está com você. com as pessoas na sua órbita.
porque ninguém é perfeito, mas você pode deixar o amor ser perfeito para ambos.
porque todo mundo — todo mundo — é uma porta para Deus.
porque você pode chegar lá daqui.
porque a vida é curta.”

Assuntos desse conteúdo
,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *