OccupySamsara, a atenção e a mudança cara-a-cara: “é a razão pela qual vamos vencer” (VÍDEO)

“Mudança social não acontece apenas por persuação, e não acontece por pequenos pedaços de barulho, e também não acontece pelo Twitter. Acontece porque realmente trazemos nossos corpos aqui, cara a cara com os outros, e realizamos a mudança ouvindo e sonhando juntos“.

Amor não é só um sentimento, é o que emerge quando damos um ao outro nosso rosto, e nós damos uns aos outros nossa atenção e nós damos uns aos outros o espaço para realmente ouvir a diversidade de pontos-de-vista”.

“Acho que falamos tanto sobre diferença como algo que temos que tolerar, mas o que está acontecendo no movimento Occupy através do microfone humano, de reuniões gerais, de comitês, de alimentar pessoas, do desenvolvimento da economia da doação é que, no processo, estamos cultivando intimidade que está surgindo das diferenças, e essa intimidade é a faísca do que eu chamaria de amor, e é o que está nos carregando e é o que está nos aquecendo e é a razão pela qual nós vamos vencer.”

~ Michael Stone, Occupy Vancouver & Occupy Samsara

Abaixo, um vídeo sobre o Occupy Movement com o ativista, professor de Yoga, Budismo e psicoterapeuta canadense Michael Stone, do Occupy Vancouver e Occupy Samsara, sobre a razão pela qual os movimentos Occupy vão vencer. Foi divulgado ontem no Reddit como “o melhor vídeo do movimento OWS” que um de seus colaboradores consideraram e é uma bela reflexão sobre a necessidade da nossa presença, do inclusão e do amor.

Segue o vídeo abaixo, com legendas em português feitas pelo Dharmalog. Para ativá-las, clique em “Select Language” e escolha Português Brasileiro. Caso o vídeo não apareça, recarregue esta página ou veja neste link alternativo.

Assuntos desse conteúdo
, , ,
Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

6 Comentários

  • Realmente, ele faz a sintese, a integração, a articulação. Sincero, verdadeiro. Sinto tb que “vamos vencer”. Porque o futuro sempre vence…Está indo tudo muito rapido – no Brasil caem os ministros, na Europa caem os primeiros ministros, como frutas maduras quando começam a apodrecer. Naturalmente, vem aí uma nova civilização. Natural, franca e verdadeira como esse discurso e como alguns jovens- homens e mulheres – como vc, Nando, como a Julia, o Fabio, e muitos outros que tenho conhecido, que sinto e percebo, feliz, já são o embodiment desse futuro.

  • A medida que vamos entrando no novo ciclo de tempo, sinto que as “pessoas” vão (se)encontrando forças e soluções em grupo. Tem muita gente, que hà muito vem se preparando para este momento. São os “soldados” do bem, que vão se juntando naturalmente. Essa mudança deve se dar em todas as esferas da sociedade, envolvida pela energia transformadora que nos une. Que venha logo, para nos libertar da opressão e da escravidão. Para que possamos ter vida em harmonia e plenitude!

  • Sinto que as pessoas do bem precisam confiar umas mais na outra, pois a confiança é a base da união e como sabemos a união gera força,Não é só porque alguns seres negativos estão caindo que esta melhorando; o brasil é o 69º pais mais corrupto e o mestre o honoravel bandido se encontra no poder, é quem comanda o setor energetico e é ele e o gupo dele que estão tentando contruir belo monte, e a sociedade esta muito viciada no conforto corrupdo e auto destrutivo, a semente foi plantada mas como ela vai ser cuidada até gerar seus frutos tem muito caminho pela frente. Os seres umanos presisam realmente se unir em prol da vida como todo as diferenças sociais são alarmantes no mundo a destruição das aguas vai a pleno vapor. Precisamos mudar o mundo como um todo a construção de armas precisam acabar asde guerra e convencionais pois esta grana precisa ser investida na vida, e quem esta no poder sujo é capaz de matar para continuar o dominio, precisa haver uma união maior do todo e não fazer como os socialista fizeram onde tiveram no poder se venderam para o luxo superfluo,tudo é muito complexo e muito ainda vai acontecer

Deixe uma resposta para Sueli Nascimento Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *