Onde Nasce a Comida (e tudo mais)

Essa é uma das grandes necessidades que eu acredito que temos para nosso futuro imediato: um íntegro serviço de fiscalização da origem de tudo o que é consumido, do solo dos alimentos até as condições da mão-de-obra de matérias-primas e produtos industrializados (= quase todos, hoje em dia). É a única maneira de sabermos se o que é consumido atende aos padrões que esperamos e de impedir exploração, propaganda enganosa e os efeitos sobre nossa saúde e meio ambiente. A edição de setembro da revista National Geographic Brasil traz como matéria de capa uma análise do estado e do futuro do solo onde é plantado nossos alimentos: Onde Nasce a Comida (herdada da edição americana, “Where Food Begins“). Há matérias auxiliares interessantes como a que analisa o solo do Haiti, que tem importar mais de 20x mais arroz hoje do que em 1980 porque 70% do solo, dizem os agricultores haitianos, “está cansado”.

Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *