O hábito faz o fumante

A New Scientist publicou uma matéria que diz que “Manhãs grogues podem impulsionar hábito de fumar“, citando uma pesquisa muito interessante que mostra a relação entre o vício e as horas bem dormidas. No Ayurveda, e não só nele, se você já passou um período da vida dormindo e acordando cedo, naturalmente, sabe que o relógio biológico é um negócio fantástico. Sozinho, ele pode “curar” diversos desequilíbrios e doenças (não ele, na verdade, mas seu corpo funcionando naturalmente). O dado mais fatal da pesquisa: entre aqueles que costumavam dormir e acordar nos mesmos horários nos dias livres e nos dias de trabalho, apenas 10% fumavam, e entre aqueles que tinham até 7h de diferença entre os dias livres e de trabalho, 70% fumavam. Apesar da pesquisa não explorar direito, acredito que isso tenha muito a ver com o horário de dormir, e que possa ser curado por isso. A pesquisa diz que as pessoas costumam dormir entre 00h30 e 8h30, mas 0h30 é um horário muito tarde para a biologia humana (e animal, em geral, tirando corujas, morcegos e as lagartixas da minha casa). O ideal seria entre 22h e 22h30, o que faria qualquer ser humano (que não trabalhe 14h por dia) acordar entre 6h e 6h30 – sem despertador. As chances desse cara fumar são mínimas.

Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

7 Comentários

  • engraçado que eu já fiz esse horário ideal por um tempo e realmente me sentia muito bem, uma clareza de pensamento que nunca achei que eu pudesse ter.

    depois voltei para o meu rotineiro 04-11h e minha mente cheia de nuvens.

    de qualquer forma, nunca fumei.

  • “Clareza de pensamento” é uma das coisas mais positivas desse hábito natural de sono, mas achei que o povo ia me chamar de esotérico demais se eu escrevesse algo parecido. ;) Se você pegar qualquer descrição básica do Ayurveda sobre esse estado naturalmente harmônico (“sattwa”), vai ver que eles usam exatamente essa expressão para determinar os efeitos positivos sobre a saúde. Belo testemunhal, brother. :)

  • esotérico demais nada!

    eu acho que isso tem tudo a ver…
    não sei se acontece com mais pessoas, mas, pra mim, é muito mais fácil acordar as 6h30 do que às 8h.

    o problema é ir dormir às 22h30! amanhã, por exemplo, vou cantar até às 22h, impossível ir dormir antes das 00h30! e eu preciso de – no mínimo – 7 horas de sono.

  • Não acredito em uma relação de causa e efeito nesse caso…mas sim em uma relação de estilo de vida. Dormir tarde e fumar são características que provavelmente apontam para um indivíduo que tem um estilo de vida mais boêmio, e porque não dizer, mais auto-destrutivo. Uma pessoa que dorme cedo naturalmente e que acorda cedo da mesma forma, provavelmente tem um estilo de vida mais saudável, per si. Mas não creio que as variáveis “horário de dormir e acordar” e “consumo de cigarros” sejam interdependentes. São simplesmente hábtios típicos de grupos sociais específico.

    Não creio que a pesquisa possa confirmar que um hábito tem necessariamente relação com o outro, nos termos de “causa e efeito”.

    Imagino que uma maneira de checar se eventualmente uma situação afeta a outra seria fazer com que de alguma maneira fumantes inveterados que têm o hábito de dormir e acordar tarde, passassem a dormir cedo e acordar cedo naturalmente. E a parti dessa mudança de hábitos, sem que qualquer outra alteração fosse promovida, checar se ocorreria uma redução do consumo de cigarros nessas pessoas.

    Fora isso, acho que é mera especulação procurar uma relação direta entre uma característica e outra. O dado estatístico pode sempre ter diferentes interpretações, depende somenta da vontade de quem manipula a informação.

    Agora, sobre a relação “acordar cedo” e “clareza de mente”, sim isso sim me parece fazer sentido, porque é o que me parece mais “natural” do ser humano. Imagino que os hábitos noturnos que temos só existem porque inventamos uma série de dispositivos para permitir a continuidade do funcionamento da nossa civilização na ausência de luz. Se ficássemos no escuro total após o Sol se pôr, duvido que continuássemos em atividade! Aliás, no interior essa é a rotina. Em lugares onde não há energia elétrica, as pessoas dormem por volta das 20h, e se levantam às 4h30m, 5h. No ritmo do Sol, assim como a maioria dos bichos. Naturalmente. O torpor da mente deve ser fruto desse desvio do que seria o modus operandi natural do nosso corpo.

  • MAURO, uma relação de “dependência” não existe, claro, muito menos de “interdependência”. Há uma vulnerabilidade maior ou menor, e certos hábitos comuns surgem nos seres humanos que estão expostos às mesmas influências culturais – cigarro, cerveja, açúcares, raivas, etc. Neste caso, seria o cigarro.

    A clareza da mente tem tudo a ver, porque é lá que o sujeito toma a decisão sobre o que vai fazer com seu próprio “eu” assim que ele acorda. Há uma centena de coisas que acontece ali, mas o principal talvez seja a “impressão geral” que ele tem da própria vida, da própria felicidade. Uma mente clara, pergunte ao Buda, é capaz de praticamente tudo que você precisa. Inclusive a cura.

    ACID, horários doidos podem co-existir com uma rotina mais “natural”. No teu caso, acho que isso é óbvio, deve haver uma tendência forte pra ti não fumares. Teu hábito mental (pelo menos no que toca ao blog!) é muito sátvico (dizem que a palavra de Deus alimenta mesmo, e cura). Sem falar que a propagação da Palavra (com P maiúscula) e com o tipo de bondade que tens é um puta crédito kármico! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *