Se acordar, não beba; se beber, não acorde

Tá n’O Globo de hoje: Cerveja é objeto de desejo para consumidores da classe D e E. Isso não é sonho, é pesadelo disfarçado de pesquisa de mercado. Junte carência de educação básica e de salários dignos com uma campanha eternamente trilionária na mídia (onde até artistas “esclarecidos” vão pra tevê pedir que você beba) e temos aí um sonho de consumo que toma as classes D e E – e que não é sonho para as outras classes pq já é consumida por elas. Não é essa a paz que não queremos seguir admitindo?

Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *