Realmente criança

“Se você realmente fosse criança, uma verdadeira criança, ao invés de preocupar-se com o que não pode fazer, contemplaria a Criação em silêncio, e se habituaria a olhar calmamente o mundo, a natureza, a história, o céu. Se você realmente fosse criança, estaria neste momento cantando aleluia para as coisas que estão na sua frente. Então — livre das tensões, dos medos, e das perguntas inúteis — aproveitaria este tempo para esperar, curioso e paciente, pelo resultado das coisas onde tanto investiu seu amor”.
~ Carlos Caretto, ermitão italiano [via Paulo Coelho]

Escrito por

Jornalista autor do Dharmalog e terapeuta na Hridaya Terapia, em São Paulo.

2 Comentários

Comentários encerrados.